Brasil

Argentina derrete… e Lula comemora

Argentina derrete… e Lula comemora

(Arquivo) O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está preso na carceragem da PF de Curitiba desde abril de 2018 - AFP/Arquivos

A vitória do kirchnerista Alberto Fernández nas primárias argentinas de domingo (11/8) provocou um tsunami nos mercados do país. A bolsa caía 35%, depois de atingir baixa de 47%. O dólar subiu 20%, após atingir um pico de 30%. Para conter o pânico, o banco central do país aumentou a taxa básica de juros em 10 pontos percentuais, para 74% ao ano.

Um eventual triunfo da chapa de Fernández, que tem Cristina Kirchner como vice, deve enterrar a agenda de abertura econômica do presidente Mauricio Macri, que tenta se reeleger nas eleições marcadas para outubro – e ficou 15 pontos percentuais abaixo na prévia do domingo.

O ex-presidente Lula comemorou no Twitter: “Parabéns aos companheiros Alberto Fernández e Cristina Kirchner pelo expressivo resultado nas primárias argentinas. É preciso dar esperança ao povo, trazer dias melhores e cuidar de quem mais precisa. Um forte abraço do amigo Lula.”

Tópicos

Argentina Lula