Esportes

Árbitro argentino construtor de piscinas vai apitar Peru x Brasil

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou nesta quarta-feira que o argentino Fernando Rapallini será o responsável por apitar a partida entre Brasil e Peru, sábado, na Arena Corinthians, pela Copa América. Aos 41 anos, ele vai pela primeira vez na carreira trabalhar em uma partida da competição, apesar da longa carreira em competições de clubes.

Rapallini iniciou a carreira de árbitro em setembro de 2011 e está no quadro da Fifa desde 2014. Neste ano ele trabalhou em competições sub-20 como o Sul-Americano e o Mundial da categoria, assim como em partidas da Copa Libertadores e do Campeonato Argentino. O árbitro tem como outra ocupação ser construtor de piscinas.

O argentino dirigiu uma partida da seleção brasileira pelas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia. Em outubro de 2017, ele trabalhou no empate sem gols contra a Bolívia, em La Paz. Por coincidência, nesta Copa América uma outra partida do time do técnico Tite também teve a direção de um argentino. Nestor Pitana foi o responsável pela partida de abertura, contra a Bolívia, no Morumbi.

No ano passado, Rapallini dirigiu jogos da equipes brasileiras pela Copa Sul-Americana. Um dos duelos mais polêmicas foi entre Bahia e Athletico-PR, pela Copa Sul-Americana, com atuação bastante criticada pelo time nordestino. O argentino também esteve em campo em duas partidas do Grêmio, pela Copa Libertadores, assim como atuou em um encontro no Paraguai entre Cerro Porteño e Palmeiras.

Brasil e Peru jogam no sábado ocupando as duas primeiras posições do Grupo A, com quatro pontos cada um. Um empate classifica as duas equipes para as quartas de final da Copa América. A outra partida da chave será entre Venezuela e Bolívia, no Mineirão, em Belo Horizonte.