Economia

Arábia Saudita manterá sua política petrolífera

A Arábia Saudita manterá sua política petrolífera, anunciou neste domingo o novo ministro de Energia, Indústria e Recursos Minerais, Khaled al-Faleh.

“A Arábia Saudita manterá sua política petrolífera estável”, declarou Faleh, ressaltando que seu país, primeiro exportador mundial de petróleo, tentará “reforçar sua posição como fornecedor de energia mais confiável do mundo”.

“Estamos comprometidos em satisfazer a demanda atual e adicional de nossos clientes mundiais, cujo número não para de aumentar, uitlizando nossa capacidade” de produção, disse Faleh, que substituiu no sábado Ali al-Nuaimi.

Este último foi ministro de Petróleo por mais de duas décadas, e o homem mais influente da OPEP, que atualmente enfrenta uma forte queda dos preços do petróleo.

A Arábia Saudita quer conservar sua posição no mercado, apesar de uma abundância da oferta que fez os preços desabarem desde meados de 2014.

Uma reunião de grandes produtores de petróleo realizada em abril em Doha fracassou na busca de um acordo para o corte da produção.

it/mh/hj/aoc/jvb/ma

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior