Agronegócio

Aquisição de leite sobe 6,9% no 2º trimestre ante o 2º tri de 2018, diz IBGE

Rio, 12 – A aquisição de leite cru por estabelecimentos sob inspeção sanitária – federal, estadual ou municipal – totalizou 5,85 bilhões de litros no segundo trimestre, uma retração de 5,8% em comparação com o volume registrado no primeiro trimestre de 2019, segundo os dados das Pesquisas Trimestrais do Abate de Animais, do Leite, do Couro e da Produção de Ovos de Galinha, divulgados nesta quinta-feira, 12, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação com o segundo trimestre de 2018, porém, houve crescimento de 6,9%, 375,69 milhões de litros de leite a mais, com aumentos em 22 das 26 Unidades da Federação participantes da pesquisa.

Os avanços mais relevantes, em valores absolutos, ocorreram no Paraná (+79,78 milhões de litros), Santa Catarina (+65,67 milhões de litros), Goiás (+64,71 milhões de litros), Minas Gerais (+53,71 milhões de litros), São Paulo (40,38 milhões de litros) e Ceará (19,14 milhões de litros).

As reduções mais significativas ocorreram em Rondônia (-16,26 milhões de litros) e Espírito Santo (-6,53 milhões de litros).

Minas Gerais manteve a liderança no ranking nacional de aquisição de leite, com 24,8% do total nacional, seguido por Paraná (13,0%) e Rio Grande do Sul (12,9%).