Saúde da mulher

Aprenda a identificar o expert ideal para te dar dicas seguras sobre sua pele

Crédito: Pexels

Para os leigos em skincare, a internet pode oferecer diversas informações e ser um ótimo ponto de partida para a elaboração de uma rotina de cuidados com a pele. No entanto, não se pode acreditar em todas as dicas online — e fazer isso pode trazer consequências desastrosas. 

+ 7 dicas simples para a maquiagem perfeita em mulheres maduras 


+ Pele acneica antes da menstruação? Saiba como evitar 

Com informações da “Teen Vogue”, apresentamos cinco tipos de experts (ou não!) em skincare da internet, e os prós e contras de seguir suas dicas. Confira:

Dermatologistas

Pexels

Por que confiar: dermatologistas passam grande parte de suas vidas aprendendo sobre pele. A maioria deles está sempre à frente das tendências e pesquisas sobre skincare, além de entenderem sobre ingredientes prescritos (orais e tópicos) e saberem como produtos manipulados se comparam aos produtos sem prescrição. Quando se trata de conselhos sobre cuidados com a pele, dermatologistas têm a última palavra. Se você está procurando uma fonte sólida, um esse profissional deve ser a sua escolha.

Por que procurar uma segunda opinião: esses especialistas podem ter uma agenda muito apertada. Mesmo com convênio médico, a maioria das pessoas não se consulta com um dermatologista regularmente.

Cosmetólogos

Pexels

Por que confiar: assim como os dermatologistas, os cosmetólogos também estudaram por boa parte de suas vidas sobre o tema. Além de entender as listas de ingredientes e levar em consideração fatores que afetam os cosméticos, como fabricação e embalagem, eles também têm muita experiência em ler e interpretar dados científicos. Por isso, são ótimos verificadores de fatos, alegações e “tendências” da indústria.

Por que procurar uma segunda opinião: cosmetólogos são especialistas em ingredientes, não especialistas em pele. Então, embora eles possam explicar por que os cuidados com a pele funcionam, eles podem não ter a solução para os cuidados com a sua pele.

Esteticistas

Freepik

Por que confiar: esses profissionais possuem muita experiência com diferentes tipos de pele e como ela pode reagir a diferentes tratamentos. Além disso, esteticistas podem identificar problemas que precisem de atenção médica, como eczema ou acne severa, e encaminhar seus clientes a um dermatologista.

Por que procurar uma segunda opinião: esteticistas possuem diferentes níveis de qualificação. Não há uma estrutura padronizada de como um esteticista deve continuar sua educação, e seu conhecimento pode variar.

Editores de blogs e revistas

Pexels

Por que confiar: editores unem experts a seus leitores, filtrando informações complexas de skincare e articulando-as para que leigos possam entender. Apesar de não terem conhecimento científico, eles possuem acesso aos melhores profissionais da área, além de receberem diversos produtos para teste. Um editor que tenha o tipo de pele similar ao seu pode ser uma ferramenta valiosa em sua jornada de cuidados com a pele.

Por que procurar uma segunda opinião: a experiência de um editor está limitada ao que funciona para ele. Eles não têm treinamento formal ou conhecimento prático, embora possam estar familiarizados com um protocolo genérico. Antes de seguir o conselho de um editor, é importante aprender um pouco sobre a perspectiva e experiência dele.

Influenciadores digitais

Pexels

Por que confiar: a maioria dos influenciadores de skincare se interessa pelo assunto porque está procurando a solução para um problema específico. Se você está passando pela mesma situação, pode ser bom ouvir alguém que passou por uma experiência semelhante e ver que é possível chegar a uma solução. Os entusiastas são apaixonados pelos cuidados com a pele, e é por isso que seu conteúdo é tão atraente de assistir.

Por que procurar uma segunda opinião: não é necessário ter formação acadêmica para se tornar um influenciador. A maioria aprende com tentativa e erro, e o que funciona na pele de uma pessoa pode não funcionar necessariamente na sua. Os influenciadores de skincare muitas vezes investem em produtos com seu próprio dinheiro, o que limita o que podem testar. Além disso, esses profissionais também recebem “presentes” de marcas — já que o conteúdo patrocinado é importante para influenciadores que buscam fazer carreira na criação de conteúdo —, o que pode afetar sua credibilidade. Ademais, como são totalmente autodidatas, os influenciadores estão suscetíveis a propagar informações incorretas na internet.