Economia

Apple aponta para lucros fortes apesar das restrições de oferta e Ômicron

Apple aponta para lucros fortes apesar das restrições de oferta e Ômicron

Loja da Apple em Pequim, China

Por Danielle Kaye e Paresh Dave

(Reuters) – A Apple lidou com os problemas da cadeia de suprimentos relacionados à pandemia melhor do que os rivais no final de 2021, o que provavelmente ajudou a empresa a superar expectativas de Wall Street sobre de crescimento de receita da ordem de 6%, estimam analistas.


A Apple, que deve divulgar resultado trimestral na quinta-feira, teve fortes vendas globais do iPhone 13, vendas elevadas na China e crescimento contínuo em computadores, disseram vários analistas à Reuters.

“Esperamos que a Apple alcance sua maior participação de mercado na China desde que a companhia entrou no mercado em 2008”, disse a analista Nicole Peng, da Canalys.

A empresa de investimentos Wedbush Securities estima que a Apple tenha registrado vendas recordes de iPhones de mais de 40 milhões de unidades durante o período da Black Friday ao Natal. O Morgan Stanley estima que o total de vendas de iPhones no trimestre natalino foi de 83 milhões, representando um aumento de 4% em relação ao ano anterior.

Analistas de Wall Street esperam que a Apple tenha registrado faturamento de cerca de 118,7 bilhões de dólares, representando um crescimento de 6,48% ano a ano, e lucro trimestral por ação de 1,89 dólar, segundo dados da Refinitiv.

Os dados preliminares do último trimestre do ano passado, apurados pela empresa de pesquisa de mercado IDC, indicam um crescimento de quase 9% nas vendas de computadores Mac, em comparação com um aumento de 1% no mercado de PCs como um todo.

Analistas minimizaram as preocupações sobre os impactos da variante Ômicron, dizendo que o fechamento de algumas lojas de varejo provavelmente não teve um grande impacto nos negócios da Apple. Os analistas também estão atentos a sinais de que o aumento dos casos de Ômicron na China pode afetar a produção da Apple.

A companhia, a primeira empresa a valer 3 trilhões de dólares, vem perdendo valor de mercado junto com Wall Street em geral. As ações da Apple acumularam queda de 10% este mês e o índice S&P 500 tem recuo de 9%.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI0P0Q7-BASEIMAGE





Tópicos

Updated