Brasil

Após saída turbulenta do PDT, deputada Tabata Amaral anuncia filiação ao PSB

Crédito: Reprodução/Globo

A deputada federal Tabata Amaral anunciou oficialmente na madrugada desta sexta-feira (17), em entrevista ao programa “Conversa com Bial“, da TV Globo, que se filiou ao PSB (Partido Socialista Brasileiro).

+ Geraldo Luís relembra Marcelo Rezende, morto há 4 anos: ‘Amigo de alma’
+ Moraes suspende portarias de Bolsonaro e mantém medidas de rastreamento de armas
+ São Paulo anuncia rescisão de contrato com Daniel Alves

Tabata estava sem partido desde que havia saído do PDT, sigla pela qual se elegeu em 2018, após ter sido alvo de muitas críticas, e de uma punição da legenda, após ter votado a favor da Reforma da Previdência, na contramão da orientação da sigla.

Para não ser enquadrada na Lei dos Partidos Políticos, que prevê a perda do mandato para o ou a parlamentar que se desfiliar sem justa causa, Tabata alegou ao TSE que estava sofrendo discriminação política, e conseguiu autorização do Tribunal para sair do PDT.

A parlamentar contou a Pedro Bial a decisão que tomou de se filiar ao PSB, que também é a sigla do seu namorado, o prefeito do Recife, João Campos.

“Como alguém que acredita em partidos e ficou dois anos nessa luta para conseguir o direito de se filiar a um novo partido, eu vou para o PSB. Foram muitas conversas e vou muito feliz, porque o PSB, dentro do campo progressista, tem muita clareza do seu papel no combate a esse governo tão autoritário, tão incompetente, tão corrupto que infelizmente lidera o nosso país hoje”, disse a deputada.

Bial também questionou o fato do PSB também ter punido dez deputados que votaram, como Tabata, a favor da Reforma da Previdência, inclusive tendo expulsado um, e por que agora seria diferente.

“Isso foi matéria de longas deliberações e o entendimento que existe é de que foram situações diferentes, e isso fica muito claro na votação do Tribunal Eleitoral, mas muito mais do que isso, que o partido compreende, assim como eu, que nesse momento político nós precisamos focar muito mais no que nos une. E daqui para frente é diálogo, diálogo, diálogo, porque a gente tem um Brasil inteiro para reconstruir”, disse a deputada.

Tabata também foi perguntada sobre como pretende lidar com o fato de que, inevitavelmente, ouvirá comentários sobre o fato do PSB também ser o partido do seu namorado, João Campos.

“A gente nunca deve se acostumar com o machismo, com o racismo ou com qualquer outra forma de silenciamento que, infelizmente, ainda comanda a política brasileira, mas a minha resposta a todo esse machismo é que eu tenho muito orgulho da trajetória que eu estou construindo com o meu time, com o meu grupo, com os nossos voluntários. A minha trajetória na política é independente, e da mesma forma a conversa com todos os partidos foi independente. Para ser muito sincera, eu acho muito natural que eu e o João estejamos no mesmo lugar, porque a gente tem uma visão do Brasil que é muito compartilhada. Então, que bom poder estar ao lado de pessoas como o João, como o Flávio Dino [governador do Maranhão] e tantas outras, que prezam pelo diálogo e estão preocupadas em entregas reais para a população”, disse a Tabata.

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio