ISTOÉ Gente

Após post polêmico, modelo trans processa Andressa Urach

Crédito: Reprodução/Facebook

Viviany Beleboni, modelo trans, acionou Andressa Urach na Justiça, de acordo com informações do UOL. Ela pede indenização de R$ 104,5 mil por danos morais, acusando a apresentadora de ter publicado uma imagem nas redes sociais em que seria associada a uma “vida de pecados” e ao “fim dos tempos”.

Na Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015, Viviany encenou Jesis Cristo na crucificação, em desfile em trio elétrico na avenida. No dia 26 de março deste ano, Andressa Urach usou o Instagram e o Facebook para publicar uma foto com várias imagens, entre elas a da modelo trans na Parada Gay de 2015.

No texto do post, Urach escreveu: “Nas imagens, algumas afrontas do Brasil. Se colocar do mundo não caberia no post. Mas o maior de todos os pecados é não ler a Bíblia… O mundo tem estado muito mais podre do que o mundo antes do Dilúvio ou mesmo na época de Sodoma e Gomorra… O pecado da humanidade de hoje passou dos limites e subiu aos céus. Essa pandemia é só um ensaio dos princípios das dores dos finais dos tempos. Te arrepende dos teus pecados e aceita Jesus como único salvador. Pode ser tua última chance”.

Veja também:
Alvo de racismo, Maju Coutinho pensa em processar ex-diretor da Band
Ex-Globo, Dony De Nuccio passa por cirurgia de emergência

Em entrevista ao UOL, Viviany diz ter sido insultada e ter recebido ameaças de morte após a publicação. “Ela [Urach] pegou uma foto e pôs num montante de outras coisas com as quais eu não concordo. Não tem nada a ver com a situação que eu protestei. Ela jogou tudo numa caixa só”, disse.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



“O problema é que depois [da mensagem], várias pessoas entraram nas minhas páginas para fazer todo tipo de ameaça. Recebo mensagens de pessoas desejando câncer e morte para a minha família”, completou.

Ainda na entrevista, a modelo afirma que a encenação de Jesus Cristo na cruz foi um alerta a homofobia. Ela ainda conta que não autorizou Urach a publicar uma foto com sua imagem.

“Quem é Andressa para falar de moralidade? Ela tem histórico de prostituição, de incesto, zoofilia. Ela disse isso no seu próprio livro. Ela tomou um ‘chá de hipocrisia’ depois de se tornar evangélica e agora vem falar de moralidade”, acusou Beleboni.

Segundo o UOL, Urach não foi notificada judicialmente, e ela ainda não se posicionou sobre o caso. O advogado da modelo quer que o post seja retirado das redes.

Confira o post de Urach abaixo:

Reprodução/Instagram

Veja também

+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS