Esportes

Após polêmica, Uefa libera participação do RB Leipzig na Liga dos Campeões

Uma das sensações da última temporada ao garantir o segundo lugar do Campeonato Alemão, o RB Leipzig está confirmado na próxima edição da Liga dos Campeões da Europa. Foi o que confirmou nesta terça-feira a Uefa, após uma polêmica envolvendo a propriedade do clube e a do Red Bull Salzburg.

O RB Leipzig estava sob risco de perder a sua vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões porque as regras de integridade da Uefa impedem que dois clubes com o mesmo proprietário disputem a mesma competição.

Por causa disso, o Salzburg teria prioridade para disputar o torneio continental porque é um campeão nacional, da Áustria, ainda que inicie a sua participação no torneio apenas na segunda fase preliminar.

Em uma reunião, os clubes explicaram para a Uefa a relação com a empresa de energéticos. E o time de Salzburg alegou que a relação com a Red Bull, hoje, é de patrocinador, ao contrário da equipe do que ocorre com o Leipzig.

A Uefa, então, explicou que o seu painel de monitoramento financeiros dos clubes entendeu que “isso não faz uma entidade legal ou individuo ter influência decisiva sobre mais de um clube”. Com isso, o RB Leipzig será um dos competidores da fase de grupos da próxima Liga dos Campeões, que tem seu sorteio marcado para agosto e vai começar em setembro.

Já a participação do Red Bull Salzburg começará bem antes, em julho, quando enfrentará o vencedor de Hibernians, de Malta, e Tallinn, da Estônia. Depois, precisará passar pela terceira fase preliminar e pelos playoffs para obter a sua vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões.