Mundo

Após polêmica, 8 mil bilhetes de trens são cancelados na Itália

SAN PAULO, 2 AGO (ANSA) – As empresas Trenitalia e Italo anunciaram que pelo menos oito trens de alta velocidade interromperam a operação neste domingo (2), na Itália, e cerca de 8 mil bilhetes adquiridos antecipadamente foram cancelados.   

A medida foi tomada depois que o Ministério da Saúde da Itália determinou que as regras de distanciamento social nos meios de transportes precisam ser mantidas para evitar a propagação do novo coronavírus.   

Na última sexta-feira (31), as empresas haviam retomado as viagens de trens de alta velocidade com 100% de capacidade, vendendo passagens para preencher todos os assentos.   

No entanto, a Trenitalia informou, em comunicado, que o distanciamento e o limite de 50% permanecem confirmados em todas as regiões e municípios.   

“Por ordem do ministro da Saúde, a Trenitalia suspendeu a aplicação das medidas anteriormente implementadas de acordo com as disposições do decreto do primeiro-ministro de 14 de julho que permitia a isenção do distanciamento social a bordo de trens de alta velocidade e trens de média e longa distância em condições específicas”, diz o texto.   

+ Consulado chinês nos EUA é fechado e provoca nova crise
+ As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

A empresa ainda explicou que as medidas aplicadas até agora a bordo do trem, incluindo a medição de temperatura antes do passageiro embarcar “nas estações onde o Frecciarossa e Frecciargento param”, continuam.   

A Italo, por sua vez, divulgou que foi forçada a cancelar oito partidas de trens pela manhã, além de vários bilhetes, atingindo cerca de 8 mil passageiros.   

Apesar disso, a companhia disse que todas “as medidas já foram tomadas para reembolsar os passageiros no menor tempo possível” e ressaltou estar trabalhando para “minimizar qualquer inconveniente pelos próximos dias”. (ANSA)

Veja também

+ Lívia Andrade posa de fio dental

+ Google permite ver animais em 3D com realidade aumentada

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?