Geral

Após pedido de Bolsonaro, PL retira ação contra o Lollapalooza

Crédito: Reprodução

Manifestação contra o presidente Jair Bolsonaro durante o Lollapaloza (Crédito: Reprodução)

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), decidiu intervir e pediu ao seu partido, nesta segunda-feira (28), a retirada de ação que a própria legenda solicitou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na última semana. As informações são do colunista Lauro Jardim do jornal O Globo.

A ação em questão é referente a proibição de qualquer manifestação contra o presidente feita por artistas no festival Lollapalloza, no autódromo de Interlagos, na capital paulista.


O colunista afirma que um ministro, o qual esteve com Bolsonaro, afirmou que o presidente não tinha ciência da repercussão do caso, além de dizer que o mandatário “é a favor da plena liberdade de manifestação”.

“Até por que se ninguém pode dizer “fora Bolsonaro” não poderia dizer também “fora Lula”, não faz sentido”, completou o membro do governo.

De acordo com o ministro Edson Fachin, presidente do TSE, a pauta sobre a proibição das manifestações seria levada ao plenário para votação o quanto antes. No entanto, a decisão não precisará ser tomada mais pelo tribunal por conta do pedido de Bolsonaro ao partido.