ISTOÉ Gente

Após mensagens de ódio, Ludmilla afirma que se afastará das redes sociais

Crédito: Reprodução/Instagram

Na manhã desta terça-feira (26), Ludmilla fez um desabafo nas redes sociais sobre as mensagens de ódio que tem recebido. Ela refletiu sobre como uma pessoa feliz, tem vontade de registrar momentos e compartilhar com amigos, mas que as vezes isso incomoda quem não está bem consigo mesmo.

Veja também:
Leo Dias expõe conversas com Anitta para se defender de acusações da cantora
Acusada de traição, Ludmilla vai à delegacia prestar queixa: “Vai ter que pagar”

“Quando a gente está feliz, acaba registrando o momento, mas não é para fazer inveja. Uma pessoa quando está feliz com ela mesma, vê a vida feliz. Só que quem está infeliz, não consegue ver a sua felicidade. Ela precisa despejar o ódio dela, e só agora eu percebi isso. Então, se eu começar a aparecer menos, vocês já sabem o motivo. É melhor evitar esse tipo de energia negativa – então, eu vou postar menos e aparecer menos. Nem todo mundo está preparado para ver a felicidade do próximo”, afirmou.

“Um recado para as pessoas infelizes: enquanto ficarem tentando atrasar o próximo, a sua vida não vai andar. Eu sei o quanto é difícil para muita gente ver uma mulher preta estar onde estou, conquistando o que eu tenho sem passar por cima de ninguém. Vim de lá atrás, vim do nada, e não vou ficar aturando essas gracinhas. Eu vou curtir. Não estou aqui para ficar batendo palma para maluco dançar. Vou ser feliz e talvez eu apareça por aqui, talvez não”, finalizou.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Após se aposentar da Globo, Sérgio Chapelin aparece com novo visual; veja
+ Nick Cordero morre aos 41 anos, vítima de complicações da Covid-19
+ Hamilton bateu de novo em Albon; veja memes da F1
+ Pandemia adia cirurgia e saúde de Schumacher piora
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior