Brasil

Após Fux defender instituições, Bolsonaro volta a atacar sistema eleitoral


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a defender o voto impresso e atacar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, nesta segunda-feira (2). “Porque um não quer eleições democráticas, nós temos que abaixar a cabeça? Estão com medo de quê?”, disse em discurso em cerimônia de lançamento do programa Água nas Escolas.

Cerca de uma hora antes de o chefe do Executivo reforçar seus ataques ao sistema eleitoral, o presidente do STF, Luiz Fux, havia rebatido declarações que colocavam em dúvida a legitimidade do voto eletrônico. “Harmonia e independência entre os Poderes não implicam impunidade de atos que exorbitem o necessário respeito às instituições”, declarou Fux em meio à crise institucional que envolve os Poderes.

“Os Poderes em geral atuam independentes e harmônicos, sem que haja superpoderes entre aqueles instituídos pela ordem constitucional. Permanecemos atentos aos ataques de inverdades à honra dos cidadãos que se dedicam à causa pública. Atitudes desse jaez deslegitimam veladamente as instituições do País; ferem não apenas biografias individuais, mas corroem sorrateiramente os valores democráticos consolidados ao longo de séculos pelo suor e pelo sangue dos brasileiros que viveram em prol da construção da democracia de nosso país”.

Bolsonaro acusa Barroso de interferir no Legislativo para convencer parlamentares a se oporem à PEC do voto impresso, de autoria da deputada federal Bia Kicis (PSL-DF). Baseado naquilo a que se refere como “fortes indícios de fraude”, ele disse chamou de farsa as eleições sem mecanismo de contagem pública e afirmou que o pleito será marcado por suspeição, caso não haja implementação da mudança proposta pelo projeto da parlamentar.

“O que leva à conclusão de uma prova são os indícios. Queremos uma farsa no ano que vem ou uma eleição marcada por suspeição? Quem vai analisar o recurso em última instância? Exatamente os que tiraram o cara da cadeia”, disse o presidente, que também colocou em xeque a legitimidade dos resultados das eleições para a Prefeitura de São Paulo.

Veja também
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Viih Tube é elogiada por look transparente com fio-dental após ataque de haters
+ Corpo de jovem desaparecido é encontrado em caçamba de lixo
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Vídeo: família é flagrada colocando cabelo na comida para não pagar a conta
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio