ISTOÉ Gente

Após fala xenofóbica, Antonia Fontenelle será investigada pela Polícia Civil da Paraíba

Crédito: Reprodução/Instagram

Antonia Fontenelle (Crédito: Reprodução/Instagram)


Nesta quinta-feira (15), a Polícia Civil da Paraíba determinou a abertura de uma investigação contra Antonia Fontenelle, após considerar que a apresentadora usou expressões xenofóbicas ao se manifestar na rede social sobre o caso de agressão envolvendo o DJ Ivis e a mulher dele, Pamella Holanda.

Na ocasião, Fontenelle disparou: “Esses paraíbas fazem um pouquinho de sucesso e acham que pode tudo. Amanhã vou contactar as autoridades do Ceará para entender porque esse cretino não foi preso”.

Segundo informações do UOL, o inquérito será realizado na Delegacia Especializada de Crimes Homofóbicos, Raciais e Étnicos. Para o veículo, Pedro Ivo, delegado responsável pelo caso, disse: “Expressões como ‘paraibada’, como ‘esse Paraíba’, são expressões que aparentemente caracterizam crime previsto no artigo 20 da Lei 7716 de 1989, a chamada Lei do Racismo, que prevê penas para condutas criminosas de intolerância em geral”.

O advogado da loira também se pronunciou e defendeu a sua cliente: “A Antonia está sendo vítima de calúnia, pois teve a fala deturpada e retirada de um contexto, quando manifestou indignação nas redes sociais a respeito da violência doméstica praticado pelo DJ Ivis contra a esposa, fato divulgado em mídia nacional. Ela jamais teve a intenção de ofender o povo da Paraíba, apenas manifestou opinião sobre o covarde comportamento de um paraibano em específico, do qual temos certeza que não é orgulho para nenhum de seus conterrâneos no momento”.

“O Delegado que determinou a instauração do inquérito policial certamente está sendo induzido a erro, mudaram o foco da questão. Com a investigação será elucidado o fato específico, minha cliente não cometeu o suposto crime alegado. A situação vem causando um abalo imensurável a honra de Antonia, e eventual denunciação caluniosa será apurada, sob as penas da Lei”, completou ele.

A Câmara Municipal de João Pessoa, na Paraíba, recebeu um requerimento, na terça-feira (13), solicitando o voto de repúdio e título de ‘Persona Non Grata’ para Antonia.

Com toda essa polêmica, a artista se defendeu dizendo que sua fala ‘foi força de expressão’. “Paraíba é força de expressão. Quem faz paraibada, como por exemplo bater em mulher, esses machos escrotos que ganham uns trocados e acham que pode tudo. Essa é a mais uma prova de que vocês da máfia digital, são do mal, ignorando um fato tão importante e repugnante como uma mulher ser agredida. A casa de vocês também vai cair anotem.”


Saiba mais
+ Morre a atriz Noemi Gerbelli, a diretora Olívia da novela 'Carrossel', aos 68 anos
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais