Mundo

Após EUA, Guatemala inaugura embaixada em Jerusalém

TEL AVIV, 16 MAI (ANSA) – Após os Estados Unidos, a Guatemala se tornou o segundo país a transferir sua embaixada em Israel de Tel Aviv para Jerusalém. O Paraguai deve fazer o mesmo e virar a terceira nação a seguir a decisão do presidente norte-americano, Donald Trump.   

A mudança proposta por Trump desencadeou uma crise entre palestinos e israelenses, pois Jerusalém é considerada sagrada para várias religiões e, por isso, diplomaticamente, evita-se considerá-la capital oficial de Israel.   

Mesmo sob protestos, os EUA inauguraram na segunda-feira (14) sua embaixada em Jerusalém e, hoje, a Guatemala fez o mesmo. O governo da Palestina convocou para consultas os embaixadores de quatro países da União Europeia: Romênia, República Tcheca, Áustria e Hungria, os quais participaram da cerimônia de inauguração da embaixada dos Estados Unidos há dois dias. “A presença deles na cerimônia é uma grande violação à lei internacional e às numerosas resoluções das Nações Unidas”, disse o Ministério das Relações Exteriores da Palestina, em Ramallah. (ANSA)