ISTOÉ Gente

Após discussão pública, Kim Kardashian não pretende pedir medida protetiva contra Kanye West, diz site

Crédito: Divulgação

Kim Kardashian e Kanye West (Crédito: Divulgação)


Kim Kardashian e Kanye West seguem discutindo publicamente após o rapper expor conversas com sua ex-mulher e acusá-la de negar que ele veja os filhos. De acordo com o site TMZ, apesar da exposição e do clima de ameaça de Ye contra seu atual namorado, Pete Davidson, a socialite não pretende entrar com uma medida protetiva contra o ex-marido.

De acordo com a publicação, apesar de Kim e Kanye não terem um acordo sobre a guarda dos quatro filhos que têm juntos, North, de 8 anos, Saint, de 6, Chicago, de 4, e Psalm, de 2 anos, o cantor tem autorização e encontra os filhos com regularidade.

Kanye vem atacando publicamente Pete Davidson desde que ele e Kim Kardashian assumiram seu relacionamento publicamente. O próprio rapper também já estava em outro relacionamento, com a atriz Julia Fox, mas que chegou ao fim justamente após o rapper dizer publicamente que ainda amava Kim.

Em uma das conversas entre Kim e Kanye que o rapper expôs nas redes sociais, ele diz que, em consideração a ela, “nada acontecerá com Pete”. A socialite diz que o cantor “está criando um ambiente perigoso e assustador” e que “alguém vai machucar Pete e tudo isso será culpa sua”.

Em uma das publicações, Kanye escreveu para seus seguidores: “A pedido da minha esposa, por favor, ninguém faça nada físico para Skete [apelido de Pete]. Eu mesmo vou cuidar da situação”, disse o rapper.