Cultura

Após diretor ser suspeito de abuso, filme sobre criador da Playboy é adiado


A produção do filme sobre o criador da revista Playboy, Hugh Hefner, será adiada após o diretor Brett Ratner ser suspeito de abuso sexual. O anúncio foi feito pela Playboy Enterprises na quarta-feira, 1º. “Estamos perturbados em ficar sabendo das acusações contra Brett Ratner. Achamos que este tipo de comportamento é inaceitável. Estamos adiando o desenvolvimento de todos os nossos projetos com a RatPac Entertainment até que possamos rever melhor a situação”, afirmou a empresa ao site Deadline.

As atrizes Natasha Henstridge e Olivia Munn acusaram o diretor Brett Ratner de má conduta sexual ou assédio, segundo informações do jornal Los Angeles Times. Ratner, de 48 anos, diretor de A Hora do Rush (1998) e X-Men: o Confronto Final (2006), negou as acusações em uma nota enviada à publicação por seu advogado.

Para piorar o caso, Jared Leto, que era dado como certo para interpretar Hugh Hefner no longa, afirmou ao site que as notícias de que ele estaria no filme não são verdadeiras. “Jared Leto não está e não esteve ligado ao filme sobre Hugh Hefner dirigido por Brett Ratner. Notícias antigas são incorretas e não são confirmadas por seus representantes.”

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio