Brasil

Após depoimento na PF, Mario Frias sai em defesa de Weintraub: ‘Guerra covarde’

Crédito: Reprodução Twitter

Mario Frias e Abraham Weintraub (Crédito: Reprodução Twitter)

Em seu Twitter, o ator Mario Frias demonstrou apoio ao ministro da Educação, Abraham Weintraub. O ministro foi á sede da Polícia Federal, nesta quinta-feira (4), para prestar depoimento, mas não respondeu aos questionamentos da PF e entregou seus esclarecimentos por escrito.

O ator, que aceitou o convite para assumir o cargo de secretário de Cultura, deixado por Regina Duarte, disse que o ministro é alvo de uma “guerra covarde” que o impede de “mudar a educação do nosso povo”.

“Todo o meu respeito e apoio ao ministro @abrahamweintraub homem correto é competente que está enfrentando uma guerra covarde cujo único objetivo é impedir que ele melhore a educação do nosso povo. Pois educação é LIBERDADE!”, publicou Mario.

Weintraub teve que depor na PF sobre a suspeita de racismo contra o povo chinês por conta de postagem em seu perfil. O ministro publicou em seu Twitter uma sátira sobre o jeito de falar dos chineses. A publicação foi rebatida de forma dura pela Embaixada da China.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior