Esportes

Após críticas, Rivaldo elogia Tite: ‘Gostei da atitude de deixar o 10 em campo’

Depois de criticar a saída de Paquetá da seleção brasileira com a camisa 10 no intervalo do amistoso com a seleção argentina na sexta-feira, o ex-jogador Rivaldo elogiou o técnico Tite, após a vitória sobre a Coreia do Sul, por 3 a 0, , nesta terça-feira, com um gol do meia do Milan.

“Da mesma forma que eu falei o que aconteceu no jogo contra Argentina sobre a 10 (camisa), vou falar hoje que gostei da atitude do Tite deixando o 10 em campo quase o jogo todo. E parabenizar toda seleção brasileira pela vitória. Que venha 2020. Para alguns ficou claro desta vez ou tenho que desenhar?”, escreveu o jogador da seleção brasileira nas copas de 1998 e 2002.

Paquetá fez o primeiro gol da seleção brasileira sobre a Coreia, de cabeça, após cruzamento da esquerda feito por Renan Lodi. O ex-flamenguista só foi ser substituído por Firmino, aos 38 minutos do segundo tempo. Contra a Argentina, o meia saiu no intervalo para a entrada de Philippe Coutinho.

Campeão do mundo na Ásia, Rivaldo criticou o fato de Paquetá vestir a camisa 10 contra a Argentina. “Assisti ao jogo entre Brasil x Argentina e fiquei muito triste de ver o que aconteceu com a camisa 10. Deram a camisa 10 para o Paquetá contra a Argentina. Camisa que é respeitada mundialmente. Esta camisa não é para sair no intervalo, porque é a camisa que o mundo conhece e respeita. Foi usada e honrada por Pelé, Rivellino, Zico, Rivaldo, Kaká, Ronaldinho e Neymar.”

E continuou. “O jogador não tem culpa, mas a comissão técnica tem, pois eles sabem do peso desta camisa e também que poderia queimar o garoto, de 22 anos, que pode ter um grande futuro com a seleção brasileira.”

O camisa 10 atual da seleção brasileira é Neymar, mas o jogador do Paris Saint-Germain não foi convocado por Tite para os últimos amistosos do ano pois se recupera de lesão e voltou a treinar apenas nesta semana.