Geral

Após críticas, Fernando de Noronha muda projeto de pulseiras de pagamento

Após críticas, Fernando de Noronha muda projeto de pulseiras de pagamento

Agora pulseiras não terão cores diferentes de acordo com o poder aquisitivo dos visitantes (Foto: Divulgação)

O projeto “Um Novo Jeito de Viver em Noronha” mudou antes de entrar em prática. A ideia sugeria uma criação de pulseiras para pagamento, que diferenciava as pessoas de acordo com o poder aquisitivo delas. Isso recebeu muitas críticas e portanto houve uma alteração, que ainda será colocada em prática. As informações foram divulgadas pelo site G1.

+ Texto-base do relatório da CPI da Covid está pronto e passa de mil páginas


+ Depois de ser agredida por mãe de aluno, professora será indenizada

+ Estudo preliminar aponta eficácia da Coronavac contra casos graves pela Delta

As pulseiras foram desenvolvidas para facilitar o pagamento de turistas, que normalmente têm dificuldade para usar meios tecnológicos. A internet é fraca em Fernando de Noronha e causa esse transtorno.

O projeto inicial era distribuir pulseiras que seriam carregadas com um valor determinado, na chegada da pessoa. E de acordo com esse pagamento, o visitante teria uma cor diferente de pulseira.

O projeto foi rejeitado tanto no local quanto nas redes sociais, por gerar uma segregação na sociedade.

Dora Costa, presidente do Conselho de Turismo de Noronha, admitiu que a mudança foi feita por causa da repercussão, que ela entendeu como “muito negativa” para a ilha.

Agora só está previsto que haverá diferenciação entre cores das pulseiras de visitantes e de moradores locais. Mas os residentes da ilha ainda aparentam rejeitar a ideia.