Televisão

Após crítica a Bolsonaro, Adriana Araújo deixará Record

Crédito: Reprodução/Instagram

Segundo informações do colunista Sandro Nascimento, do NaTelinha, Adriana Araújo deixará a Record em março deste ano, após 15 anos de casa. O contrato da jornalista chegará ao fim, e a renovação é considerada como “muito improvável” pela diretoria da emissora.

Adriana Araújo trabalhou como âncora do Jornal da Record, tendo deixado o posto em junho de 2020, após ter feito críticas ao governo de Jair Bolsonaro em sua rede social, pedindo mais transparência no combate a Covid-19. A postagem teria incomodado o alto comando da emissora.

Ainda segundo informações do colunista do NaTelinha, o próximo destino de Adriana Araújo na televisão deverá ser a CNN Brasil.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Veja o significado dos 10 sonhos mais comuns
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel