Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Renata Vasconcellos voltou à bancada do “Jornal Nacional“, da Globo, nesta terça-feira (18), após mais de uma semana afastada por conta da Covid-19, e seu colega de bancada, William Bonner, quebrou o protocolo a “entrevistou” a respeito de sua experiência com a doença.

“A Renata já ficou toda sem graça aqui porque estou quebrando… Não é uma norma, mas é um hábito, a gente nunca fala da gente mesmo. Só que hoje ela está voltando depois de se ausentar porque teve Covid, e eu tenho algumas perguntas para fazer para a Renata que eu acho que vão interessar a você também”, disse Bonner na abertura do jornal.

O âncora e editor-chefe do “JN” perguntou como começaram os sintomas da jornalista. “Comecei a ter um pouquinho de dor de garganta e a me sentir um pouco congestionada. Resolvi fazer um teste rápido para ver, e deu negativo”, contou. “Mas os sintomas persistiram, eu fiz novamente o teste e deu positivo”, explicou Renata.

“Mas é diferente de uma gripe comum. Não é como uma gripe, é uma sensação diferente, bem congestionada”, continuou a jornalista. “Não senti cansaço, tive pouquíssima tosse, espirrava pouco. Lá pelo quinto dia, senti uma prostração, mas logo depois melhorou. Senti as ordens médicas, fiquei quietinha e bebi muita água”.

Logo que Renata foi diagnosticada com Covid, William Bonner também se afastou da bancada do “JN” e foi testado para saber se também não havia se contaminado. Com o resultado negativo de seu teste, o apresentador voltou à bancada na semana passada. Enquanto estava afastada, Renata foi substituída por Ana Luíza Guimarães.

Assista abaixo à entrevista de Bonner com Renata.