Brasil

Após confusão, senadores pedem adiamento da eleição para presidência da Casa


O bate-boca gerado pela aprovação do voto aberto para a eleição da Presidência do Senado provocou pedidos de adiamento da sessão. Com a insistência da senadora Katia Abreu (PDT-TO) em não devolver uma pasta com questões de ordem para o presidente em exercício, Davi Alcolumbre (DEM-AP), senadores passaram a solicitar que o democrata adie o pleito para a próxima segunda-feira, 4.

Os pedidos de suspensão partiram, principalmente, dos senadores Omar Aziz (PSD-AM), Jayme Campos (DEM-MT) e Jorge Kajuru (PSB-GO). “Já estou velho para isso aqui. Que vexame isso que está acontecendo. Peço desculpas aos meus filhos, aos meus netos, pelo que está acontecendo aqui. O senhor é do meu partido, mas eu não concordo com o que está acontecendo aqui e vou me retirar se isso continuar”, afirmou Jayme.

Já Jorge Kajuru (PSB-GO) disse que o Plenário se comparava não a um hospício, mas “àquele lugar que tem em todos as cidades do interior”, referindo-se de forma indireta a um prostíbulo.


Saiba mais
+ Morre a atriz Noemi Gerbelli, a diretora Olívia da novela 'Carrossel', aos 68 anos
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais