ISTOÉ Gente

Após cobrar Bolsonaro, Bruna Surfistinha rebate críticas: “Tenho direito”

Crédito: Reprodução/Instagram

Bruna Surfistinha usou as redes sociais para se defender das críticas que recebeu após cobrar o presidente Jair Bolsonaro, a respeito do repasse de mais de R$ 7 milhões que seriam destinados à Covid-19 no projeto ‘Pátria Voluntária’, da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Bruna, que é ex-garota de programa, e atualmente escritora e DJ, recebeu mensagens de ‘haters’ dizendo que ela não teria “moral” para cobrar o presidente.


“Sou cidadã brasileira e pago meus impostos assim como qualquer outra pessoa. Tenho direito SIM de cobrar explicações e respostas do excelentíssimo presidente. Não entendo as pessoas que julgam falando que ‘Bruna Surfistinha não tem moral pra falar isso’. E qual a sua moral?”, questionou.

Confira a publicação de Bruna abaixo: