Esportes

Após astro de MMA e do kickboxer, Floyd Mayweather anuncia luta contra youtuber

Crédito: Reprodução Instagram

Floyd Mayweather (Crédito: Reprodução Instagram)


Faz tempo que Floyd Mayweather deixou de ser um boxeador profissional. Sua intenção é fazer jus ao seu lema: “easy money” (dinheiro fácil, em inglês). Aos 43 anos, o ex-campeão não luta de verdade desde 2015, quando venceu Andre Berto.

Depois disso, passou a viver da fama que garante um bom dinheiro toda vez que sobe em um ringue. Desta forma, ganhou centenas de milhões de dólares para armar um “circo” diante do irlandês Conor McGregor, astro do MMA, em 2017.

No último dia de 2018, em Tóquio, só precisou de um round para derrotar o japonês Tenshin Nasukawa, um lutador de kickboxer, e arrecadar mais US$ 9 milhões (R$ 46,1 milhões na cotação atual).

Agora, o novo “desafio” será enfrentar o youtuber americano Logan Paul, que possui apenas uma derrota no cartel profissional. Ele tem 25 anos e atua como peso cruzador.

Resta saber que espetáculo será proporcionado ao público. Uma exibição, como fizeram Mike Tyson e Roy Jones Jr., uma luta forjada como foi feito contra Conor McGregor ou um espancamento semelhante ao ocorrido no Japão.


+ Homem que vivia ‘casado’ com a própria filha é preso após polícia investigar agressão contra criança
+ Família de Schumacher coloca mansão à venda por R$ 400 milhões
+ Pão de Queijo: faça uma das receitas mais gostosas do Brasil



Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS