ISTOÉ Gente

Após acusação de assédio, Príncipe Andrew quer julgamento com júri popular

Após acusação de assédio, Príncipe Andrew quer julgamento com júri popular

O príncipe Andrew em Norfolk, Inglaterra, em 19 de janeiro de 2020 - AFP/Arquivos

Príncipe Andrew, filho da Rainha Elizabeth II, foi acusado por Virginia Giuffre de assédio sexual, e pede que o caso seja julgado por júri popular, segundo informações do site The Independent. O crime teria acontecido em 2001, quando a jovem tinha apenas 17 anos e foi levada por Jeffrey Epstein e Ghislaine Maxwell para conhecer o príncipe.

BBB22: Depois de dia marcado por brigas e choro, Natália e Lucas curtem clima íntimo em piscina


BBB22: Bárbara teme opinião de público e chora: ‘Não quero deixar de ser eu mesma’

Nesta quarta-feira (26), Andrew apresentou um documento à corte de Nova York pedindo que o crime seja julgado por júri popular. No início do mês, ele tentou fazer com que o caso fosse desconsiderado, afirmando que a corte responsável não teria a jurisprudência do crime.

Virginia conta que foi vítima de tráfico sexual, que Andrew fez sexo com ela sem seu consentimento e sabendo que ela era menor de idade. “Não aconteceu. Posso dizer categoricamente que nunca aconteceu. Não me lembro de alguma vez ter conhecido essa senhora, absolutamente nada”, disse o príncipe à BBC na época.