Esportes

Após abrir 2 a 0, Paraná permite empate do Confiança pela Série B

Em partida movimentada, Dragão mostra determinação até o fim e, aos 49 minutos da etapa final, Iago marca gol heroico fechando o marcador em 2 a 2

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

No pontapé inicial do Brasileirão Série B, o Paraná bem que tentou largar na frente, mas não contava com a reação do Confiança na noite desta sexta-feira (7), na Arena Batistão, em Aracaju.

Após o Tricolor sair na frente com Renan Bressan e Gustavo Mosquito, o Dragão não desanimou. Iniciando sua reação com Danilo Pires, o time da casa, de forma valente, insistiu no ataque e tratou de deixar tudo igual nos acréscimos do segundo tempo com Iago, dando números finais ao confronto.

Na sequência da competição, o time paranaense terá como adversário na segunda rodada o Avaí, jogando em casa contra os catarinenses. Já clube sergipano visitará o Botafogo-SP.

O jogo

Logo no início de jogo, Paraná e Confiança mostraram que estavam dispostos a balançar as redes na partida de estreia. Com duas boas chances para cada lado, sendo a de Everton por parte do Dragão, e Renan Bressan por parte do Paraná, já causou trabalho ao sistema defensivo das equipes mantendo o placar no Batistão sem alterações.

Na sequência, a equipe local passou a ditar mais o ritmo do jogo. Até meados dos 40 minutos, as melhores chances foram criadas por Reis, Nirley e Danilo Pires, causando perigo ao goleiro Alisson, porém sem sucesso.

Já na reta final, pouco antes dos acréscimos, Renan Bressan surpreendeu o Confiança e abriu a contagem. Em jogada iniciada com Jhony ao roubar a bola de Everton Santos, o meia rolou para o camisa 10 bater rasteiro e balançar a rede, sendo esse o último lance da etapa inicial.

No início da segunda etapa, logo no primeiro lance, o atacante Reis chegou a pedir pênalti em disputa com Fabrício. No entanto, o árbitro entendeu que houve uma simulação do camisa 7, dando cartão amarelo ao atleta.

Se por um lado o Dragão não conseguia encontrar seu tento, nem mesmo com as entradas de Ítalo e Jeferson Lima, o time paranaense não desperdiçou as chances que apareciam. Sendo assim, aos 18, Gustavo Mosquito, em jogada individual, bateu sem chances para Rafael Santos. 2 a 0.

Tentando reverter o prejuízo, o Dragão partiu pra cima. Com isso, aos 26, descontou no marcador com Danilo Pires, após o meia arriscar um chute rasteiro que contou com desvio de Thales antes de entrar. 2 a 1.

Na reta final do confronto, o técnico Matheus Costa sonhava com um empate heroico de sua equipe. E conseguiu. Aos 49 minutos, quando tudo parecia estar caminhando para a vitória do Tricolor, Iago, em um lindo chute no ângulo, deu números finais ao jogo na Arena Batistão, para alegria dos atletas do Dragão.

Veja também

+Cidadania divulga calendário de pagamentos da extensão do auxílio emergencial

+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea