Esportes

Apesar da 2ª derrota na Copa América, Bolívia ainda crê em classificação

A segunda derrota da Bolívia na Copa América foi motivo de lamento por parte do técnico Eduardo Villegas, mas apesar disso o treinador não jogou a toalha. Ainda com chances matemáticas de se classificar para a próxima fase, os bolivianos falam em vencer a Venezuela no próximo sábado e chegar às quartas de final como um dos melhores terceiros colocados.

“Vamos buscar a vitória nessa partida. É a nossa última chance e vamos com tudo que temos. Essa Copa América tem esse componente de que, considerando os resultados, ainda termos a chance de classificação”, comentou Villegas, logo após a derrota por 3 a 1 para o Peru, no Maracanã, na noite desta terça-feira. “Vamos tentar, os jogadores compreenderam que, se perderem o medo, podem se desenvolver, se soltar e agredir qualquer adversário.”

Sobre a partida contra os peruanos, Villegas considerou que o “aspecto psicológico” pesou, mas não apenas isso. A Bolívia chegou a estar vencendo o Peru, mas cedeu a virada. “Faltou atenção e concentração. A defesa deu muito espaço para Guerrero. Numa competição de alto nível, não podemos dar espaços para um jogador como ele”, lamentou.

O treinador também apontou para a inexperiência de seus jogadores de defesa. “Por dez anos jogamos com outros jogadores na zaga central, e estamos renovando, introduzindo jogadores. É um processo gradual”, afirmou Villegas.