Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Estar apaixonada pelo(a) colega de trabalho pode ser completamente tentador, adoravelmente peculiar e bastante duradouro. Mas como dizer a ele(a) o que você está sentindo? Pular direto para um beijo, por exemplo, não é a melhor ideia, especialmente quando você vai vê-lo(a) todos os dias.

+ 3 dicas para voltar a namorar após um divórcio

+ 24 sinais de que é hora de colocar um rótulo no relacionamento

“Sutileza é a palavra-chave quando conversas na impressora se tornam paqueras”, diz Jane Greer, terapeuta especialista em relacionamentos. Com informações da “Women’s Health”, saiba o que fazer se você quer dar um passo à frente com seu flerte corporativo.

O que fazer se você está apaixonada pelo(a) colega de trabalho

1 — Verifique a política da empresa

“Procure o manual do funcionário e saiba se as relações entre os funcionários são permitidas ou não”, recomenda Jane. “É bacana ter uma queda por um colega de trabalho, mas trata-se de como você lida com isso.” Por isso, antes de oferecer seu coração, saiba se isso poderia colocar sua carreira em risco. Se a resposta for sim, você pode querer experimentar alguns aplicativos de namoro.

+ Dicas para destacar seu perfil nos apps de relacionamento

2 — Se optar por manter sigilo, conheça os riscos

“Às vezes você não pode evitar se apaixonar por alguém”, ressalta a terapeuta. “O problema é que todos sentem a energia e as pessoas sabem.” Os colegas ressentidos podem ameaçar expor você, o estresse de manter seu relacionamento em segredo pode causar tensão e, se um superior descobrir, você pode se prejudicar ou até mesmo ser demitida.

Portanto, em vez de violar a política da empresa, avalie suas opções. Se você quiser agir de acordo com seus sentimentos, considere mudar-se para outro departamento ou para outra empresa antes de apostar sua estabilidade no emprego.

3 — Se as relações entre colegas de trabalho forem permitidas, aumente o flerte — mas mantenha-a fria

“Mostre que tem pensado nele(a)”, diz Jane. Você pode perguntar que tipo de café gosta e depois levar uma xícara, conversar brevemente sobre os próximos eventos locais ou perguntar sobre seu último projeto de trabalho.

“Lembre-se, você não quer se envolver em nada que seja evidente ou sedutor ou que possa ser mal interpretado como assédio sexual“, alerta — o que você disser precisa ser adequado para o local de trabalho. Uma vez que seu(ua) colega se sentir à vontade e talvez até inicie conversas, você pode passar para a próxima etapa.

4 — Leve para fora

Não limite seu romance para dentro das portas do escritório e convide-o(a) para algo casual. Jane sugere chamar para um café ou drink pós-trabalho. “Dependendo da resposta dele(a), isso dá uma ideia de se ele(a) está interessado (a) em conhecê-la melhor ou não”, explica ela.

5 — Se ele(a) demonstrar interesse, vá em frente

Embora um encontro com a paixão do seu escritório seja super emocionante, lembre-se de que você estará cara a cara com ele(a), no trabalho, em menos de 24 horas. Mesmo voltando ao ritmo de trabalho, a química romântica ainda estará no ar.

Pensando nisso, Jane recomenda que você “se jogue”, mas lembre-se de que, ao contrário de um encontro às cegas ou de uma ligação casual, vocês agora estão divididos(as) em dois ambientes: trabalho e vida pessoal. Eventualmente, navegar entre as duas situações vai ser tranquilo desde que você tenha estabelecido regras básicas sobre como se envolver no escritório. Mas, por enquanto, vá devagar.

6 — Se ele(a) não estiver a fim de você, desista

“Como todas nós sabemos, nem todas as paixões são recíprocas. Se a sua não quiser sair para beber ou se rolar algo, mas ele(a) não ficar interessado em sair novamente, não force”, aconselha a terapeuta. Fazer isso “colocaria você em uma posição potencialmente vulnerável e a outra pessoa em uma situação extremamente desconfortável”.

O que você pode ver como tentar “conversar” pode deixar a sua paixão inquieta e até motivá-lo(a) a alertar um supervisor sobre seu comportamento. Em vez disso, “continue sendo amigável e demonstrando consideração, mas diminua o tom”, diz Jane. Ela também recomenda dar um pouco de espaço à pessoa.

E nesse intervalo de tempo, cuide-se. “Limite seus encontros para que você não se coloque em posição de se sentir rejeitada ou desapontada pela falta de interesse”, finaliza. Logo, sua paixão pode ser apenas outra pessoa em seu escritório.