Geral

Anvisa proíbe venda de canela em pó com pelo de roedor

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu nesta sexta-feira, 3, a distribuição e comercialização de um lote de canela em pó da marca Fã depois que testes laboratoriais identificaram a presença de pelo de roedor e fragmentos de insetos.

A resolução impede a comercialização do lote 3855, com validade até o dia 23 de agosto de 2018. O produto é distribuído pela empresa Junco, localizada em Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

A decisão, publicada no Diário Oficial da União, sustenta que foi considerado um laudo emitido pelo Instituto Octávio Magalhães da Fundação Ezequiel Dias, que “apresentou resultado insatisfatório na pesquisa de matéria estranha macroscópica e microscópica devido à presença de fragmentos de inseto e de pelo de roedor, matéria estranha indicativa de risco à saúde humana acima do limite de tolerância estabelecido.”

A Anvisa determina ainda que a empresa recolha o lote do produto. Em nota, a Junco explicou que já providenciou a retirada dos produtos contaminados do mercado e se colocou “à disposição para mais esclarecimentos e auxílio com qualquer transtorno”.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Carla Perez fala sobre vida nos EUA: “Aqui é vida normal”
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel