Coronavírus

Anvisa libera importação de 6 milhões de doses da CoronaVac

Crédito:  AFP

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou a importação, nesta sexta-feira (23), de 6 milhões de doses da vacina chinesa CoronaVac para o Instituto Butantan.  As informações são da Folha de S. Paulo.

Esta decisão, não é referente ao pedido do diretor-geral do Instituto, Dimas Covas, de autorização da importação excepcional de insumos para a produção de 40 milhões de doses.

A Agência disse nesta sexta-feira (23) que não atrasou a análise e que a demora foi porque “foram identificadas discrepâncias”. A definição deve ocorrer após reunião no dia 4 de novembro.

A autorização da Anvisa ainda não permite a aplicação da vacina, já que ela depende de testes clínicos e registro oficial.

 

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel