Coronavírus

Anvisa libera importação de 6 milhões de doses da CoronaVac

Crédito:  AFP

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou a importação, nesta sexta-feira (23), de 6 milhões de doses da vacina chinesa CoronaVac para o Instituto Butantan.  As informações são da Folha de S. Paulo.

Esta decisão, não é referente ao pedido do diretor-geral do Instituto, Dimas Covas, de autorização da importação excepcional de insumos para a produção de 40 milhões de doses.

A Agência disse nesta sexta-feira (23) que não atrasou a análise e que a demora foi porque “foram identificadas discrepâncias”. A definição deve ocorrer após reunião no dia 4 de novembro.

A autorização da Anvisa ainda não permite a aplicação da vacina, já que ela depende de testes clínicos e registro oficial.

 


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS