Esportes

Antes de duelo com a Croácia, Nani exalta poder de decisão de Cristiano Ronaldo

Portugal se classificou no sufoco às oitavas de final da Eurocopa. Após empatar seus dois primeiros jogos, avançou com uma nova igualdade em um jogo no qual esteve por três vezes atrás do placar no 3 a 3 com a Hungria, na última quarta-feira, em Lyon, na França. E os dois últimos gols da seleção comandada pelo técnico Fernando Santos foram marcados por Cristiano Ronaldo no confronto, sendo um deles com um toque de letra de extrema categoria.

Nesta sexta-feira, ao projetar o duelo que Portugal fará diante da Croácia neste sábado, às 16 horas (de Brasília), pelas oitavas da competição continental, em Lens, Nani exaltou o poder de decisão do seu companheiro de ataque, que ao marcar diante dos húngaros se tornou o primeiro jogador a balançar as redes em quatro edições da Eurocopa.


“Todo mundo sabe quem é Cristiano e o que é capaz de fazer em qualquer momento”, ressaltou o atacante, para depois completar: “Ele não se cansará de marcar gols”.

Apesar da confiança em uma vitória neste sábado, Nani apontou o desgaste como um fator extra para os portugueses superarem, pois o time teve apenas dois dias para se recuperar do disputado confronto diante da Hungria na rodada final do Grupo F. “Será um jogo complicado. Eles (croatas) tem um dia a mais de descanso do que nós, mas vamos estar prontos”, disse o jogador, lembrando que a Croácia fechou a primeira fase da competição na terça-feira com uma surpreendente vitória por 2 a 1 sobre a Espanha, enquanto os portugueses atuaram na quarta contra os húngaros.

O comandante Fernando Santos, por sua vez, exibiu confiança de que Portugal poderá avançar às quartas de final, embora tenha feito vários elogios ao time croata. “Acho que vai ser um excelente confronto e obviamente que acredito muito na capacidade dos meus jogadores e acredito que possamos levar de vencida esta seleção da Croácia, com a certeza absoluta de que não vai ser uma tarefa fácil, como também não vai ser uma tarefa fácil para a seleção da Croácia. Tenho a certeza de que todos os seus elementos pensarão assim. Temos um grande respeito pela equipe da Croácia, mas também a convicção de que podemos vencer”, afirmou, em entrevista coletiva.