Esportes

Antes de duelo, atacante polonês revela idolatria por Cristiano Ronaldo

O atacante polonês Arkadiusz Milik está ansioso para encontrar um dos seus heróis no futebol no duelo que a sua seleção vai fazer pelas quartas de final da Eurocopa: a estrela portuguesa Cristiano Ronaldo. O jogador do Ajax, de 22 anos, também tem contato estreito com outra inspiração, Dennis Bergkamp, que marcou um gol inesquecível em partida no Velédrome, palco do duelo desta sexta-feira, dando a vitória para a Holanda em jogo com a Argentina pelas quartas de final da Copa do Mundo de 1998.

Milik admite que ainda tem que evoluir como atacante, ainda mais após marcar apenas um gol e desperdiçar várias chances nesta Eurocopa. Ronaldo também teve um início apagado na França antes de marcar dois gols, um deles de letra, no empate por 3 a 3 entre Portugal e Hungria. O astro do Real Madrid agora precisa de um gol para igualar o recorde de Michel Platini, com nove, como o maior artilheiro da competição.


“Eu não escondo que alguns anos atrás estava tentando aprender o máximo que podia de Cristiano Ronaldo”, disse Milik, nesta quarta-feira. “Jogadores como ele você tem que acompanhar e servir como inspiração. Ele é um exemplo de trabalho duro. Não é só talento, você precisa trabalhar duro e ele é um grande exemplo disso”.

O jogo vai dar a Milik a chance de silenciar as críticas pelo excesso de chances de gol desperdiçadas. “Houve algumas chances e talvez eu não tenha tido sangue frio em frente ao gol. Mas eu tenho certeza que possuo a habilidade para fazê-lo na próxima vez”.

Milik enfrentou críticas semelhantes durante a temporada passada no Ajax, mas a terminou com 21 gols, em parte ajudado pelos conselhos do assistente técnico Bergkamp. “O que posso dizer? Dennis Bergkamp é uma pessoa especial para mim. Ele é um jogador que teve uma grande carreira e você pode aprender sempre com ele”, comentou.