Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Andressa Urach mostrou em suas redes sociais uma conversa que teve com a advogada da Igreja Universal do Reino de Deus. A modelo foi missionária da instituição, rompeu ligações em 2020 e atualmente acusa a igreja de roubar o seu patrimônio. Andressa abriu um processo em que pede de volta os mais de R$ 2 milhões que doou durante os anos.

+ ‘Sofri muito por ter que voltar a fazer fotos de biquíni’, diz Andressa Urach
+ Anitta nega que tenha processado Andressa Urach na Justiça: ‘Mentira’
+ Andressa Urach diz que se inspirou no marido para criar Mister Bumbum: ‘Gostoso’

“A Igreja Universal falou que eu agi de má-fé quando disse que não tinha R$ 50 mil para pagar pelo processo para pedir meus R$ 2 milhões de volta. Tenho as conversas com a Cristiane Cardoso (advogada da igreja) e posso provar que a Universal tirou todo meu patrimônio. Só quero o que é meu de volta. Se tenho condições hoje para pagar as contas é graças ao Miss Bumbum”, declarou Urach, que está grávida, de seu casamento com Thiago Lopes – ela já é mãe de Arthur, de 16 anos, de uma relação anterior.

A modelo continuou e culpou a Universal de usar a fé das pessoas ‘para tirar tudo delas’. “Não se preocupam com alma nenhuma. Se se preocupassem, teriam devolvido quando implorei. A única coisa que me sobrou foi minha casa e, por pouco, ainda não tiram. […]. Implorei para eles me devolverem meu patrimônio, mas falaram que abriria precedentes para outras pessoas pedirem de volta o que perderam, disse.

Apesar disso, Urach não é contra o dízimo cobrado pela igreja. “Mas tirar tudo da pessoa não acho justo”, justificou a modelo, que está frequentando outra instituição religiosa. “Sei que preciso alimentar a minha fé. Depois de tudo que passei, só não me matei porque acredito que o inferno existe e porque tenho um filho para criar. Nunca imaginei que passaria por tudo que passei”, desabafou.