Esportes

ANÁLISE: Palmeiras vai ‘voltando ao normal’ no Brasileirão e dá boas opções a Abel Ferreira

Verdão já se encontra próximo dos líderes da competição e teve mais uma atuação convincente, com boa participação de peças do elenco consideradas reservas

ANÁLISE: Palmeiras vai ‘voltando ao normal’ no Brasileirão e dá boas opções a Abel Ferreira

A vitória do Palmeiras sobre o Juventude por 3 a 0 não surpreende, nem pelo resultado, nem pela atuação da equipe. Mas não faz muito tempo que a capacidade do time de Abel Ferreira foi contestada na disputa do Campeonato Brasileiro de 2022. Pois é, e quando a sétima rodada terminar, o Verdão pode chegar na vice-liderança, atrás apenas do Corinthians. Para completar, com boas opções no banco.


GALERIA
> Relembre as contratações do Palmeiras na Era Anderson Barros

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Diante da derrota para o Ceará e o empate com o Goiás nas duas primeiras rodadas do Brasileirão, até mesmo o torcedor alviverde passou a desconfiar do que seu time seria capaz de fazer na competição, pois eram cinco pontos a mais que faziam parte do planejamento neste início de jornada para saltar na ponta.

O mesmo sentimento bateu no empate em casa com o Fluminense, que deixou o Verdão com a 13ª posição na tabela, quando poderia ter terminado a quinta rodada com o sétimo lugar. Essa série de tropeços, apesar da dominante vitória sobre o Corinthians (3 a 0), fizeram com que as projeções iniciais, que davam o Palmeiras como favorito na competição, fossem contestadas. Havia uma decepção.

No entanto, depois de uma vitória convincente sobre o Red Bull Bragantino e outra diante do Juventude, parece que as coisas voltaram ao normal para a equipe de Abel Ferreira. Os triunfos, ambos com mais de dois gols de diferença, com atuações muito boas, passaram a mostrar que aqueles tropeços foram exceções de fato.

Assim, ao que tudo indica, o melhor time do Brasil faz jus ao seu status e se coloca na parte de cima da tabela, podendo terminar a rodada na segunda, na terceira ou na quarta posição, próximo dos líderes e podendo assumir a primeira posição já na oitava rodada dependendo de uma combinação de resultados favoráveis.

E a verdade é que a vitória sobre o Juventude, mesmo sendo um adversário de outro patamar, indica que Abel Ferreira, de fato, está recebendo boas opções no elenco em meio à maratona de jogos e a uma lista de desfalques que cresce a cada compromisso. Um belo exemplo disso é Kuscevic, que fez mais uma grande partida, extremamente segura, sem dar margem para qualquer vacilo.

Caso Gómez fique ausente por algum motivo (lesão, suspensão ou convocação) ou precise ser poupado em algum rodízio, o chileno dá indicativos de que pode ser confiável. Algo que, por exemplo, Jorge não vinha mostrando em relação a Piquerez, mas que parece estar evoluindo com a sequência que tem recebido. Nos duelos anteriores, Vanderlan também já havia apresentado credenciais interessantes.

Quem tem voltado a subir muito no conceito do torcedor e de Abel Ferreira é Gabriel Menino. Outra vez o meio-campista foi acionado e correspondeu. Dessa vez, contra o Juventude, marcou um gol, sem querer, é verdade, mas acabou tendo participação na vitória por 3 a 0. Acima de tudo, ele mostrou ao treinador que será possível contar com seu futebol, sobretudo com a ida de Danilo para a Seleção.

Isso sem contar mais uma ótima atuação de Gustavo Scarpa, jogando soltou no meio-campo, com espaço, podendo chutar e tabelar sem ficar preso em um lado do campo. Sem Veiga, ele assumiu a função e a cumpriu de forma bastante competente. Em resumo, Abel vai vendo que o elenco pode não ser tão curto quanto aparentava.