Esportes

Análise: estratégia não funciona, e Flamengo desperdiça chance de colar ainda mais no Atlético-MG

O Flamengo não conseguiu furar a sólida defesa do Cuiabá no último domingo; no total, foram apenas cinco finalizações na direção do gol defendido por Walter

Análise: estratégia não funciona, e Flamengo desperdiça chance de colar ainda mais no Atlético-MG

Na noite do último domingo, a estratégia do Flamengo não funcionou, e o time empatou sem gols com o Cuiabá no Maracanã, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Rubro-Negro cortou a diferença para o líder da competição, o Atlético-MG, em dez pontos. No entanto, em caso de vitória, a distância poderia ter caído para oito, e o Fla dependeria apenas de si para assumir a ponta da tabela – tem dois jogos a menos e ainda falta o confronto direto.

> ATUAÇÕES: Gabigol vai mal no empate sem gols do Flamengo com o Cuiabá

Nos primeiros 25 minutos, o Flamengo traçou o plano e conseguiu sufocar o Cuiabá no campo de ataque para buscar o gol. O Rubro-Negro ficou posicionado com dez homens no campo de ataque e trabalhou no perde/pressiona: assim que perdia a posse, já pressionava o adversário e recuperava a bola novamente. Nesse cenário, o Fla praticamente não permitiu o Dourado trocar mais de três passes consecutivamente.

Foi dessa forma, inclusive, que o time de Renato Gaúcho conseguiu um gol – posteriormente anulado por um polêmico impedimento de Matheuzinho. Gabi, dentro da área, errou uma enfiada de bola para o lateral-direito. Na sequência, Michael, junto com camisa 34, pressionou a marcação, retomou a posse e bateu para o fundo das redes de Walter.

> Veja e simule a tabela do Brasileirão

Passados os primeiros 25 minutos de um ímpeto ofensivo e dominante, o Flamengo, naturalmente, não conseguiu manter o ritmo. O Cuiabá, por sua vez, manteve o plano de jogo e, apesar de ter se soltado um pouco mais, continuou fechado.

Essa postura do Cuiabá, vale ressaltar, se manteve durante todo o confronto. O time ficou bem postado e dificultou as criações jogadas ofensivas do Flamengo. No primeiro tempo, a equipe carioca, mesmo com um ímpeto ofensivo que sufocou o adversário, teve apenas duas finalizações na direção do gol. Na etapa final, foram três.

– Era um jogo que seria assim, com eles todos atrás. Tínhamos que caprichar na frente, mas, infelizmente, não conseguimos superar a marcação deles. Temos que criar mais nos próximos jogos e seguir na briga pelo título – afirmou Everton Ribeiro, em entrevista ao SporTV.

A partida, portanto, fica de lição para o Flamengo: esta não será a última vez que o time encontra uma equipe bem postada e que dificulte a construção de jogadas ofensivas. Nesse sentido, o Rubro-Negro precisará, em determinados compromissos, acertar o plano traçado para achar os espaços e, então, sair com a vitória.

Agora, o Flamengo volta as atenções para a semifinal da Copa do Brasil. Os comandados de Renato Gaúcho retornam a campo na próxima quarta-feira, às 21h30, contra o Athletico Paranaense. O jogo de ida terá transmissão em tempo real do LANCE! e será realizado na Arena da Baixada.


Saiba mais
+ Morre a atriz Noemi Gerbelli, a diretora Olívia da novela 'Carrossel', aos 68 anos
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais