Economia

Análise de órgão dos EUA aponta que avião da Embraer apresentava fios danificados

O relatório do Conselho Nacional de Segurança nos Transportes dos Estados Unidos (NTSB, na sigla em inglês) apontou que a aeronave Embraer EMB-175, que apresentou problema em novembro de 2019 e exigiu esforço da tripulação para retomar o controle, estava em “condições inadequadas para uma parte do voo”.

Segundo o relatório, a análise posterior do avião mostrou um desgaste por atrito de fios na área em que a coluna de controle do piloto percorre o piso da cabine de comando. “Os procedimentos de manutenção no manual de aeronaves EMB-175 para ajustar o parafuso de parada mecânica atualmente não chamam atenção específica para essa questão crítica.”

Ainda conforme relatório, inspeções em alguns aviões EMB170/175 encontraram danos semelhantes em localidades próximas ao parafuso de parada mecânica dianteiro. “Depois que os fios danificados foram encontrados no avião, a companhia Republic inspecionou voluntariamente o restante de sua frota e encontrou nove aviões com fios danificados”.

A Embraer, que recebeu, nesta semana, o aval do Conselho Administrativo da Defesa Econômica (Cade) para fundir suas operações comerciais com a Boeing, foi procurada após a divulgação do relatório, mas ainda não se manifestou até o fechamento deste texto.