Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Eleita a maior atleta feminina do Brasil, Ana Marcela Cunha não para de obter triunfos na consagrada carreira. Nesta segunda-feira, a nadadora confirmou a boa fase ao garantir o bicampeonato mundial dos 5 km de águas abertas ao bater em primeiro em Budapeste. Pela quinta vez seguida, ela sobe no pódio do Mundial na categoria.

Depois de levar o bronze três vezes seguidas, no Canadá (2010), Espanha (2013) e Budapeste (2017), ele subiu no topo do pódio pela primeira vez na Coreia do Sul, há três anos. Agora, dominante, repete a dose na Hungria, superando a francesa Angelie Murer, em 2°, e a italiana Giulia Gabbriellishi, em 3°.

Ana Marcela completou a prova dos cinco quilômetros com 57m52s9, enquanto a também brasileira Viviane Jungblut, bateu com 58m00s5, terminando na sexta posição.

Ana Marcela nadou forte e o tempo todo entra às primeiras colocadas. Fez a primeira volta na terceira posição, assumiu a liderança no segundo giro, apesar de virar em segundo, chegou a figurar em quarto, mas no sprint final assumiu a liderança para não mais ser alcançada.

Campeã olímpica em Tóquio, Ana Marcela chega ao sexto ouro em Mundiais (diferentes categorias), com mais duas pratas e cinco bronzes, além de quatro títulos do Circuito Mundial.

A galeria de medalhas ainda pode crescer no Mundial de Esportes Aquáticos com Ana Marcela com mais duas provas para disputar. Ela é favorita nos 10 km, quarta-feira, e também disputará os 25 km na quinta-feira.