Brasil

Amoêdo nega ingerência no Novo após diretório rejeitar seu retorno ao comando


Após o diretório do Novo rejeitar o seu retorno ao comando da legenda, João Amoêdo afirmou em seu Twitter nesta terça, 28, que o gesto significa que ele não tem ingerência sobre o partido. “Informo que 3 dos 6 membros do Diretório Nacional votaram contra o meu retorno à gestão partidária. A recusa evidencia que não tenho qualquer ingerência no partido”, escreveu Amoêdo.

A votação que vetou o nome de Amoêdo aconteceu na última segunda-feira (27). De acordo com o estatuto do Novo, o nome do ex-presidenciável teria que ser aceito por ao menos 4 dos 6 integrantes do diretório, o que não aconteceu. A intenção de retornar à gestão do partido partiu do próprio Amoêdo no último sábado (25).

Na mesma publicação, Amoêdo ainda escreveu que seguirá como filiado do partido, mas que ainda não sabe se em 2022 a legenda terá candidatos que “compactuam” com o governo do presidente Jair Bolsonaro. Embora a legenda ainda mantenha em seus quadros parlamentares alinhados ao presidente, Amoêdo tem adotado tom crítico em relação a Bolsonaro, inclusive manifestando apoio a um eventual processo de impeachment.

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio