Esportes

Americano nocauteado no UFC é fã de Trump e chamou Brasil de ‘chiqueiro’

Crédito: Reprodução/Instagram

Colby Covington subiu ao octógono do UFC no último sábado (14) para enfrentar o nigeriano Kamaru Usman, e acabou nocauteado, tendo a mandíbula quebrada no quinto round.

Usman, grande vencedor do duelo, dedicou a vitória aos imigrantes dos EUA e também ao Brasil, país que foi ofendido gratuitamente pelo americano. Em 2017, após vencer Demian Maia, ele respondeu as vaias da torcida dizendo: “Brasil, você é um chiqueiro. Todos vocês são animais imundos”.

Essa não foi a primeira declaração polêmica do lutador americano, que ganhou mais destaque na organização nos últimos meses por sempre dar declarações polêmicas, algumas até de cunho racista.

Covington é um apoiador nato de Donald Trumpo. Em eventos do UFC, ele costuma aparecer com roupas com as cores da bandeira americana, além do bonê com o slogan da campanha: “Faça a América grande de novo”.


+ Pastor é processado por orar pela morte de Paulo Gustavo
+ Vídeo: Aluno é flagrado fazendo sexo durante aula da UFSC
+ Ao preço de US$ 1.600 por kg, carne Ozaki é a mais cara do mundo



https://twitter.com/Ta1jaNx/status/1205258918064201728

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Gabriel Medina torna-se alvo de sites de fofoca
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS