Esportes

América-MG empata com Botafogo-SP e pode perder a liderança para a Chapecoense

Mesmo tendo como principal meta conquistar o título do Campeonato Brasileiro da Série B, o América-MG parece ter sentido a ressaca pelo acesso à elite, garantido no empate sem gols com Náutico, na terça-feira. Desconcentrado, o time mineiro sofreu para empatar com o Botafogo-SP, por 1 a 1, nesta sexta, pela 35.ª rodada, no Independência, em Belo Horizonte.

O América-MG segue na liderança com 68 pontos, dois na frente da Chapecoense, com 66, que também já garantiu o acesso. Mas o time de Santa Catarina pode retomar a ponta porque vai entrar em campo domingo, quando enfrentará o Vitória, no Barradão, em Salvador.

Brigando contra o rebaixamento, o Botafogo segue na penúltima posição, com 34 pontos, ficando apenas dois atrás do Paraná (36) e quatro do Vitória (38). Mas segue animado com a série positiva, afinal não perde há cinco rodadas e vem de duas vitórias importantes em casa, diante da Chapecoense, por 3 a 0, e do Sampaio Corrêa, por 2 a 1.

Os times entraram em campo armados no esquema 4-3-3. Mas foi o Botafogo quem começou melhor, com muita velocidade e criando chances no ataque. Quase abriu o placar aos cinco minutos. Depois de cruzamento, Judivan subiu bem e cabeceou forte, mas o goleiro Airton espalmou, dando um tapa com a mão direita. O goleiro titular Matheus Cavichioli teve uma lesão muscular confirmada pelos médicos antes do jogo.

Já o América-MG entrou em campo desligado, relaxado, e não chegou em boas condições de finalizar na frente. O Botafogo passo a ameaçar no ataque, primeiro em um chute de Jeferson, rebatido por Airton, e depois com o gol aos 33 minutos. Valdemir desceu até a linha de fundo e deixou de calcanhar para Jeferson, que rolou para trás. Victor Bolt bateu forte com a perna esquerda, a bola tocou na mão de Airton e entrou.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

O América voltou diferente após o intervalo, com duas mudanças no ataque. Entraram Marcelo Toscano e Geovane nos lugares de Léo Passos e Felipe Augusto, respectivamente. Além disso, o técnico Lisca adiantou a linha de marcação, na tentativa de pressionar o time paulista em seu campo defensivo.

O time da casa quase empatou aos cinco minutos. Após chute de Marcelo Toscano, a bola desviou no zagueiro Robson e quase entrou no alto, mas saiu do lado da trave. Mas a melhor chance foi do time paulista aos oito minutos. Guilherme Romão desceu até a linha de fundo e rolou para trás para Ronald, que ajeitou e bateu cruzado. Mas para fora.

Lisca arriscou tudo no América aos 20 minutos ao tirar o lateral-direito Daniel Borges para a entrada do atacante Neto Berola. Dois minutos depois, a defesa botafoguense parou na linha de impedimento e o goleiro Igor deu um tapa para evitar o cabeceio de Alê, que viu a bola tocar em sua cabeça e sair pela linha de fundo.

O América chegou ao empate em um pênalti. Raniele deslocou Neto Berola dentro da área e a penalidade foi anotada, diante de protestos dos paulistas. Na cobrança, o zagueiro Messias chutou no meio do gol, a bola tocou no joelho de Igor e entrou na rede, aos 32 minutos.

Depois disso, o Botafogo se fechou e não permitiu que os atacantes americanos conseguissem finalizar com perigo ao gol defendido por Igor. Mesmo porque os mineiros insistiram com os levantamentos no meio da área.

v

Pela 36.ª rodada, os dois times já voltam a campo na próxima terça-feira. O América vai até Pelotas para enfrentar o Brasil-RS, a partir das 16 horas, no estádio Bento Freitas. O Botafogo volta a atuar em casa no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, desta vez, diante do CSA, a partir das 19h15.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 1 X 1 BOTAFOGO-SP

AMÉRICA-MG – Airton; Daniel Borges (Neto Berola), Messias, Anderson Jesus e Sávio (Kawê); Zé Ricardo, Juninho e Alê; Léo Passos (Marcelo Toscano), Rodolfo (Vitão) e Felipe Augusto (Geovane). Técnico: Lisca.

BOTAFOGO-SP – Igor; Raniele, Robson, Walisson Maia e Guilherme Romão; Valdemir, Victor Bolt (Elicarlos) e Bady (Matheus Índio); Jeferson (Luketa), Judivan (Emerson) e Ronald (Cássio Ortega). Técnico: Moacir Júnior.

GOLS – Victor Bolt, aos 33 minutos do primeiro tempo. Messias, aos 32 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Diego Pombo Lopez (BA).

CARTÕES AMARELOS – Daniel Borges, Léo Passos, Ronalfo e Felipe Augusto (América-MG). Ronald, Guilherme Romão, Jeferson e Raniele (Botafogo).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Veja também

+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Lissa Aires, modelo do OnlyFans, perde fãs por causa de foto montada em elefante
+ Tatuadora chama atenção ao mostrar “bolha de tinta” no braço
+ Ex-Paquita faz tatuagem íntima; veja vídeo
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica