Coronavírus

América do Sul é região que mais preocupa por avanço da Covid, Brasil em especial, diz Opas

América do Sul é região que mais preocupa por avanço da Covid, Brasil em especial, diz Opas

Pacientes com Covid-19 aguardam transferência para UTI em hospital em Bauru (SP)


Por Julia Symmes Cobb

BOGOTÁ (Reuters) – A América do Sul é a região mais preocupante para as infecções por Covid-19 no mundo, uma vez que os casos aumentam em quase todos os países e a situação no Brasil é especialmente preocupante, disse a diretora-geral da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), Carissa Etienne, nesta quarta-feira.

“Em nenhum lugar as infecções são tão preocupantes como na América do Sul”, disse Etienne em entrevista coletiva semanal realizada de forma virtual.

O Brasil registra a disparada mais implacável de casos na região, e atingiu na terça-feira um novo recorde diário de mortes pela doença, com mais de 4 mil. Cientistas preveem que em breve o país ultrapassará as piores cifras de uma onda recorde nos Estados Unidos.

“A situação do Brasil é preocupante no país inteiro”, disse o diretor de incidentes de Covid-19, Sylvain Aldighieri. “Nossa preocupação no momento é também com os próprios cidadãos brasileiros neste contexto de serviços de saúde que estão sobrecarregados”.


+ Pastor é processado por orar pela morte de Paulo Gustavo
+ Vídeo: Aluno é flagrado fazendo sexo durante aula da UFSC
+ Ao preço de US$ 1.600 por kg, carne Ozaki é a mais cara do mundo



O Brasil precisa ter acesso a mais vacinas contra Covid-19 agora, e deveria poder recebê-las através de parcerias globais, disse Aldighieri.

A Opas pode ampliar sua ajuda a Estados brasileiros a pedido, disse ele, acrescentando que a entidade já está ajudando com o sequenciamento genético do vírus e adquirindo oxigênio e testes de coronavírus.

As unidades de tratamento intensivo estão chegando perto da lotação no Peru e no Equador, e em partes da Bolívia e da Colômbia os casos dobraram na última semana, disse Etienne, acrescentando que o Cone Sul também está vivenciando uma aceleração de casos.

EUA, Brasil e Argentina estão entre os dez países que testemunham o número mais alto de infecções novas globalmente, disse ela.

As Américas registraram mais de 1,3 milhão de casos novos de coronavírus e mais de 37 mil mortes na semana passada, observou Etienne, o que representa mais de metade dos óbitos relatados mundialmente.

Mais de 210 milhões de doses de vacinas já foram administradas nas Américas, segundo Etienne.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH361FN-BASEIMAGE

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Gabriel Medina torna-se alvo de sites de fofoca
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS

Tópicos

Updated