Economia

Amcham: com pandemia, exportações para EUA devem cair entre 20% e 25% em 2020

Como resultado dos efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus, as exportações brasileiras para os Estados Unidos devem cair entre 20% e 25% em 2020, prevê a Amcham, câmara norte-americana de comércio no Brasil. As importações originárias dos EUA, por sua vez, devem ter recuo de 16% a 18%.

No ano passado, os embarques para clientes dos EUA resultaram em receita de US$ 29,7 bilhões, enquanto as compras de fornecedores norte-americanos alcançaram US$ 30,1 bilhões.

Se as estimativas mais pessimistas da Amcham se confirmarem, com quedas de 25% nas exportações e de 18% nas importações, o déficit comercial do Brasil com os Estados Unidos terminaria o ano em US$ 2,2 bilhões.

As previsões da Amcham já consideram os resultados fechados do primeiro semestre, que registram retração de 31,7% nas exportações e de 4,4% nas importações. A primeira metade do ano terminou com corrente de comércio de US$ 23,2 bilhões, a terceira menor em 10 anos.

“A contração da atividade econômica nesse período de pandemia foi o principal motivo pelo resultado negativo. Outro aspecto que influenciou nesse processo foi a crise internacional do petróleo”, explica Abrão Neto, vice-presidente da Amcham Brasil.

+ Consulado chinês nos EUA é fechado e provoca nova crise
+ As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

Para Abrão, a pandemia, além de forçar novas tendências, funcionará como um acelerador daquelas que já existiam no comércio internacional. “Uma delas é sobre o interesse das empresas e governos de garantir cadeias de produção mais diversificadas e resilientes, fenômeno que precisaremos ver como o Brasil irá se posicionar”, explica.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?