O preço da locação de imóveis residenciais desacelerou na passagem de agosto para setembro. A alta saiu de 1,33% para 0,96%. A pesquisa foi feita pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) com base nos anúncios de 25 cidades no site Zap Imóveis.

No ano, os aluguéis acumulam crescimento nominal de 13,26% e, nos últimos 12 meses, alta nominal de 16,16%. Apesar da desaceleração na margem, o Índice FipeZAP se manteve acima das variações mensais do IPCA (0,26%) e do IGP-M (0,37%).

Segundo a pesquisa, todas as cidades incluídas na apuração apresentaram alta, com destaque para as variações observadas em Santos (2,59%), Recife (2,24%), São Bernardo do Campo (1,99%) Fortaleza e Guarulhos (as duas com alta de 1,56%) e São José do Rio Preto (1,49%).

Como resultado, o preço médio do aluguel de imóveis residenciais foi apurado em R$ 41,51 por metro quadrado (m2). Entre as capitais envolvidas na pesquisa, o valor mais alto foi na cidade de São Paulo, com valor médio de R$ 50,69/m2.

Na sequência, por metro quadrado, aparecem: Florianópolis (R$ 50,46), Recife (R$ 46,33), Rio de Janeiro (R$ 44,06), Brasília (R$ 40,36), Belo Horizonte (R$ 35,37) e Curitiba (R$ 34,72).

Já entre as cidades do levantamento com menores valores de locação em setembro, estão Fortaleza (R$ 27,59), Porto Alegre (R$ 30,77), Salvador (R$ 32,10) e Goiânia (R$ 33,05).

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias