Economia

Alta do arroz reflete aquecimento da demanda pelos mais frágeis, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a escalada do preço do arroz reflete um aquecimento da demanda dos mais frágeis e é mais um sinal da recuperação em “V” da economia brasileira da crise provocada pelo coronavírus. “Tem gente dizendo que a inflação dos mais pobres está subindo. O que está subindo é material de construção e alimentos, mais influenciados pelo auxílio emergencial. Na verdade, os sinais são bons, o aumento do arroz, dos alimentos, são um sinal de aquecimento da demanda.”

Além de relacionar o aumento dos preços à “enxurrada de dinheiro aos mais pobres”, o ministro disse que a alta também é resposta do avanço do dólar.

Segundo o ministro, a alta de preços é temporária e vai motivar um aumento da produção. “Resposta da oferta vem já e alta de preços vai se dissolver.”

Guedes ainda mencionou que o arroz está vindo de outros países. “Está vindo arroz de todo lado agora, americano, tailandês e chinês.”

Veja também

+ Confira 4 dicas para descobrir se o mel é falsificado

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Telefone de jornalista argentino roubado ao vivo em Buenos Aires

+ Márcia Bonde divulga vídeo e deixa fãs sem fôlego

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar