Esportes

Alonso exibe pessimismo ao projetar chances da McLaren no GP da Alemanha

Fernando Alonso exibiu realismo nesta terça-feira ao projetar o resultado que a McLaren poderá buscar no GP da Alemanha de Fórmula 1, que será disputado no próximo domingo, no circuito de Hockenheim, palco da 12ª etapa do Mundial deste ano.

Por meio de declarações reproduzidas pelo time inglês, o piloto espanhol reconheceu que as exigências da pista alemã e as limitações do próprio carro atual da equipe britânica impedem que ele e o inglês Jenson Button façam a escuderia se posicionar como quarta maior força, atrás de Mercedes, Red Bull e Ferrari.

“Com certeza será diferente da Hungria (palco do GP do último domingo). Não podemos esperar ser a equipe número 4 lá, e nossos rivais intermediários são mais fortes”, admitiu o bicampeão mundial, para em seguida, porém, enfatizar: “Tentaremos maximizar tudo o que temos em nosso arsenal e dar o nosso melhor tiro”.

Alonso ficou em sétimo lugar no GP da Hungria, no último domingo, justamente atrás dos carros de Mercedes, Red Bull e Ferrari no circuito de Hungaroring. Agora, porém, o piloto destaca que a meta principal será terminar “sem maiores complicações” a prova alemã, na qual o espanhol reconhece que a McLaren precisará ter “um pouco de sorte” para conseguir um resultado bom, que no caso seria ao menos pontuar entre os dez primeiros colocados.

“Hockenheim é um circuito bastante técnico que exige alta força aerodinâmica, e embora a maioria das curvas sejam de velocidade relativamente lenta, elas chegam depois de retas longas que exigem muita potência”, lembrou Alonso, para em seguida afirmar que isso complica no acerto do carro e que o motor Honda ainda precisa evoluir para proporcionar um monoposto mais competitivo, embora ele tenha admitido que o mesmo está melhorando neste aspecto.

Em 11 provas disputadas neste ano, Alonso somou um total de apenas 24 pontos e ocupa hoje apenas a 13ª posição do Mundial. Button, com 13 pontos, é o 15º colocado.

Veja também

+ Por falta de provas, Justiça nega pedido da defesa da ex-mulher do atacante Dudu
+ Namoro de Angela Ro Ro chega ao fim e ela desabafa: “Fui traída e usada”
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior