Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Uma foto causou polêmica nesta última sexta feira (12) envolvendo Wagner Moura e o MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto). Em um post feito pelo pré-candidato ao governo de São Paulo Guilherme Boulos (PSol), o ator Wagner Moura aparece comendo camarão em uma marmita durante um evento do MTST, em São Paulo. O evento foi para divulgar o filme ‘Marighella’, dirigido por Moura.

O camarão faz parte do prato típico baiano acarajé e foi servido pela empresa de catering Acarajazz, especialista nesse tipo de culinária. Depois da polêmica, a empresa comentou que, na realidade, os pratos foram doados, já que a empresa é uma apoiadora da causa do MTST.

Restaurante que doou as marmitas de acarajé rebate notícia que fala sobre "quentinha" e diz que não é a primeira doação
Reprodução/Instagram

A foto de Wagner Moura causou muitas reações, positivas e negativas, nas redes socias. Inclusive, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) compartilhou a foto criticando o fato de o ator estar comendo o alimento. No post ele diz: “tem o MTST raiz e o MTST nutela”.

A empresa especializada também divulgou em seu Instagram a tabela de preços cobrados normalmente para esse tipo de alimento, que é feito com camarão seco, considerado de custo mais baixo que o fresco ou congelado.

Cardápio Acarajazz
Reprodução/Instagram