Esportes

Algoz do Real Madrid, Messi exibe números de peso no Santiago Bernabéu

Em uma era marcada pelos títulos europeus do Real Madrid, o domínio não se repete dentro da Espanha, onde o time conquistou apenas dois dos últimos onze campeonatos nacionais – 2011/2012 e 2016/2017. E o principal responsável por essa “seca” tem nome e sobrenome: Lionel Messi.

O craque do Barcelona é uma tormenta constante para o gigante da capital, especialmente em confrontos no Santiago Bernabéu – palco do clássico deste domingo, às 17h. Em 21 partidas na casa do rival, Messi já marcou 15 gols, na soma de todas as competições. Ao levar em conta apenas o Campeonato Espanhol, os números seguem altos: 11 gols em 14 jogos.

Além de ser o maior artilheiro da história do duelo Real Madrid x Barcelona, com 26 gols em 42 jogos, o argentino também ostenta a marca no Bernabéu. A ascensão do camisa 10 representou uma reviravolta nas estatísticas do clássico em Madri.

Antes de Messi, os catalães tinham 14 vitórias em 75 jogos na capital; depois da estreia do melhor jogador do mundo, já são 12 vitórias em 22 jogos, segundo dados do jornalista espanhol Mister Chip.

O número pode crescer neste domingo, em partida que vale a liderança do Campeonato Espanhol e que será determinante para o título ao fim da temporada. Para assumir a ponta, o Real Madrid precisa encerrar incômodo jejum dentro dos próprios domínios.

A última vitória merengue sobre o arquirrival no Santiago Bernabéu, pelo Espanhol, aconteceu em outubro de 2014, no primeiro turno da temporada 2014/2015. De lá para cá, são quatro derrotas, com direito a goleada por 4 a 0, em 2015/2016, e a gol de Messi no último minuto, em 2016/2017.

Veja também

+ Jacquin ensina a preparar menu para o Dia dos Namorados
+ Morre Erivan de Lima, lenda nacional do mountain bike brasileiro
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança