Esportes

Alfa Romeo e Williams confirmam pilotos para temporada de 2021

ROMA, 30 OUT (ANSA) – A Alfa Romeo e a Williams confirmaram nesta sexta-feira (30) os seus pilotos para a temporada de 2021 da Fórmula 1.   

Nenhuma das equipes promoveram mudanças e permanecerão com os mesmos pilotos da atual temporada da categoria.   

A Williams, que ainda não somou pontos em 2020 e está na última posição do campeonato de construtores, seguirá com George Russell e Nicholas Latifi, segundo informou o chefe de equipe Simon Roberts.   

O anúncio colocou um ponto final nas especulações de que o mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, ganharia uma vaga na Williams, que foi adquirida recentemente pelo grupo de investimentos norte-americano Dorilton Capital.   

Ao garantir a permanência dos pilotos Kimi Raikkonen e Antonio Giovinazzi, a Alfa Romeo também encerrou os rumores de uma possível chegada de Mick Schumacher, líder da Fórmula 2 e filho do heptacampeão mundial Michael Schumacher.   

Aos 41 anos de idade, Raikkonen disputará sua 20º temporada da carreira e a terceira pela Alfa Romeo. O finlandês foi campeão mundial em 2007.   

Já Giovinazzi, único piloto italiano na atual edição da F1, irá para sua terceira temporada na categoria.   

Em 12 etapas disputadas em 2020, a Alfa Romeo conquistou somente cinco pontos e está na frente somente da Haas e da Williams no campeonato de construtores. (ANSA).   

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel