Geral

Ajudante é morto a facadas por causa de R$ 200 e suspeito perde o próprio dedo no local do crime

Crédito: Reprodução Facebook

Um jovem foi morto com golpes de facas pelo patrão após reclamar de uma dívida de R$ 200 na Praia Grande, no litoral paulista. O criminoso desferiu os golpes na frente da mãe da vítima de 24 anos.

De acordo com familiares ouvidos pelo portal G1, o jovem Max Santos veio de Propriá, em Sergipe, para trabalhar em busca de condições melhores de vida. Ele atuava como ajudante de pedreiro para um conhecido, que seria vizinho da família.

O ajudante cobrou o patrão sobre a quantia devida e o homem teria ameaçado Max de morte. No último sábado (14), o suspeito foi até a casa do jovem e o matou a facadas. De acordo com a Polícia Militar, rastros de sangue foram encontrados em todos os cômodos da casa.

Na ação, o patrão acabou cortando seu próprio dedo com um dos golpes. Ao fugir, o homem deixou o membro no local.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel